domingo, 14 de junho de 2009

Só hoje

Hoje, só hoje eu resolvi que vou esperar você voltar

Então só hoje, não demore

Eu me desmenti hoje, mais uma vez

Mais de uma vez

Por você eu faria mil vezes

Que plágio inútil

Acontece que foi passear

Me diga onde que vou buscar

Sua alma, sua alma

De volta ao lar

Coração

Anda partindo ao meio

Como se conseguisse partir tantas vezes sem estar inteiro

Partirei de vez

Mas é pra encontrar

A cidade onde eu perdi minha última lágrima de diamante

O diamante estampado na blusa

O menino estampando um leve sorriso

Eu não sabia que você sorria

Já vi

Mas não foi pra mim

A lágrima rolando na face

É sempre de mim que nasce

O que te faz sentir mais forte

O encontro de dois

Não

Um e meio

Sempre pela metade

Sempre a parte que deveria partir

É o tal do

Ir-remediável

Acho que não tem remédio

Acho que é hora de ir

Porque hoje, só por hoje eu resolvi te esperar voltar

E você voltou

Mas não foi pra mim

2 comentários:

Zé disse...

*.*
Nobody ever loved me like she does ohh, she does
Yes, she does
And if somebody loved me like she do me

• YuЯi KiddO • disse...

Irremediável. Ir-remediável

nossa, adorei esse texto!

Estou te achando bem afiada e afinada esses tempos!