segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

"eu tô por aqui..."


- Enfim a tempestade deu uma trégua, tão justa quanto esperada. Agora eu já posso ver os céus trazendo minha recompensa dourada. O sol que outra vez entra em cena traz a luz de ouro para os que não afundam nunca, e as predadoras barbatanas que antes rodopiavam com o meu sangue entre os dentes agora avançam querendo comigo brincar e brincar...

Tubarões podem ter se transformado em golfinhos, mas eu não mereço nenhuma recompensa pelo fim da tempestade, pois a sua amizade já é tão cara e valiosa pra mim, que justifica por si só todo o meu esforço por você. 

--_

Camillo Landoni

Nenhum comentário: