sábado, 7 de junho de 2008

Ele?

O que dizer dele...

Ele é o cara que eu conheci no outono de folhas caindo e brisa no rosto...

Ele varia de novela mexicana a clássicos de Hollywood.

Ele é meu ponto G,H, I... Meu ponto de interrogação!

Uma esfinge, um tesouro, todas as notas musicais.

Ele é um conto de Poe.

Ele é o menino que eu conheci na primavera de múltiplas cores e sentimentos...

Ele é o menino que me conta histórias de galáxias invadidas...

Que lê gibis e luta com Darth Vader.

Ele é o Peter Pan sem uma Sininho...

Ele é os sinos que tocam quando acontece algo especial.

Ele é o rapaz que eu conheci no inverno mais gélido...

Ele é o rapaz que chegou atrasado no castelo da princesa.

Ele é o rapaz da armadura frágil, que tenta se proteger dos espinhos.

Ele é o Ladrão de corações.

Ele é o amor que eu encontrei no verão de amores de verão duradouros...

Ele é a cor e o sentimento.

Ele é o cinema mudo mais falante.

Ele é meu A,B,C constante.

Ele é e nada mais...

Texto por: Juliana Marques.

Nenhum comentário: